terça-feira, 20 de janeiro de 2015

                                          © paulrommer - Fotolia.com



borboleteio 

e estas borboletas brancas
todas ali sempre 
no mesmo lado do mato 

borboleteando brancamente 
tantas e cada vez mais 

o que fazer com elas? 

só deixar que 
borboleteiem brancas 
brancamente borboleteando 
e nada mais




Rui Werneck de Capistrano

Nasceu e vive em Curitiba (PR). Publica e vende seus livros no
(www.clubedeautores.co.br). Este poema está no livro

Lixo Atônito.

Um comentário:

  1. Publico no www.clubedeautores.com.br
    Vai lá! Rui Werneck de Capistrano

    ResponderExcluir